sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Vida nova

VIDA NOVA...
Muda-se o calendário...muda-se o ano...
e nós? mudamos?....Vamos ser NOVOS?
Não ta feliz com tu vida amorosa...mude de amor....
é dificil? tem gente que deixa de fumar...certos amores podem matar...
Ta se achando feia? Mude..mude o cabelo..não muito para parecer a Elza Soares..
Faça uma relação dos erros que cometeu em 2010.....
Não os cometa novamente...existem tantos erros novos..
ah! Vc não precisa de NINGUEM Para ser FELIZ!
Não prometa dietas radicais..vc está LINDA...faça exercicios..
Cansa? então dance...não se importe com o que os outros pensam...
Acredite em VOCÊ.....Perdoe..se não puder...esqueça...
Faça as coisas serem diferentes....
Faça sua Vida acontecer...
Só uma pessoa pode mudar a tua vida..
VOCÊ!!!!!!!!!!!!!
FELIZ VIDA NOVA(Bruno Senna)

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Começo

Tudo começou com um simples convite que sabe la Deus porque aceitei sem nem pensar duas vezes, e já na primeira conversa você me encantou e desse dia em diante te esperava todas as tardes e ficava torcendo para você falar comigo. Até que com o passar dos dias percebi que precisava estar contigo constantemente e já não sabia se era paixão vício ou só ilusão.
A tua ausência me deixa frágil. Essa paixão me enfraquece o ser, essa vontade de você me corrói e eu choro calada por não poder me aproximar de ti, te tocar, beijar...
Quem sou eu para você a não ser uma distração?
Não foi isso que eu desejei, não foi isso que eu planejei
Preciso olhar em teus olhos para me sentir viva novamente
Amor virtual que foge da realidade para encontrar em mim o sentimento verdadeiro
Mas o que eu sinto por você não é virtual é tão real que chega doer meu coração
E eu te quero como nunca, te quero muito, te quero sempre
Esperando o dia de você vim me encontrar para receber todo carinho que eu guardei para te dar (Kallyta Cristina)

domingo, 26 de dezembro de 2010

Bilhete

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...
( Mario Quintana)

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Deck The Halls


As músicas natalinas são uma tradição antiga e bastante difundida entre os países cristãos tanto católicos como protestantes. As cantigas são ensinadas aos pequenos e cantadas em coros, igrejas e residências na época do natal para comemorar o nascimento de Cristo e reforçar os valores cristãos.
Embora tradicionalmente seja um feriado cristão,o natal é amplamente comemorado por muitos não cristãos, sendo que alguns de seus costumes populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs ou seculares. Costumes populares modernos típicos do feriado incluem a troca de presentes e cartões, a ceia de natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes ; incluindo as árvores de natal, pisca-piscas e guirlandas,visto e presépios. Além disso ,o Papai Noel é uma figura mitológica popular em muitos países, associados com os presentes para crianças.
Deck the halls é uma das músicas natalinas mais famosas dos Estados Unidos ,existe filme que leva o nome da música no título, Cd´s, mDVD e até shows.é a musica chefe de tudo que envolve natal no país.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

sábado, 11 de dezembro de 2010

Mr. Gyn - Por Isso ( DVD Eletroacústico Ao Vivo )

Ícaro


EU POSSO VOAR
Hoje eu voei com voce.. eramos livres..não eramos distantes
Cada um tinha uma asa. voamos abraçados, como quem abraça a vida!
Eu morava em vc, minha alma já te pertence...
Não buscavamos mais explicações para esse amor virtual....
Deixou de ser virtual desde que passamos a sentir saudades..
Desde que chorei tua ausência..sinto teu cheiro..ele mora em meus pulmões
Teu coração bate em meu peito..Faço amor com teu sorriso...
Dormes comigo todas as noites, me aquieta, me conforta..
Isso no é poesia é a minha verdade, carregada de sentimento...
Enquanto escrevo choro...Ja chorei um MAR...
Volta e fica comigo...No esqueça..
PODEMOS VOAR....
(Bruno de Senna)
 
Mais um poeminha do meu amigo Bruno!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Descobri


Descobri que não preciso do seu toque para te sentir
Dos seus beijos para provar seu sabor
Nem da sua voz para te ouvir
Basta olhar para o céu e dormi debaixo das estrelas
Para sonhar com o nosso amor
Sentir o seu calor
Seu cheiro seu toque
Sua voz
Pois
Já não sou quem eu era antes
Meu mundo mudou (Kallyta Cristina)
Meu mundo agora é você

sábado, 4 de dezembro de 2010

Se...


Se branca de neve não tivesse mordido a maça ela não teria beijado o príncipe. .(Sandro Kretus)

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Voar ate você


Sempre que eu olho para o céu estrelado me da uma vontade de criar asas e ir ate você para cair nos seus braços e ser sua menina
Sei que você sabe das minhas vontades dos meus segredos e não vejo a hora de ser tocada por você, te amar
Quero te dizer olhando nos seus olhos o quanto você é importante para mim
Ah como eu queria ser abraçada por você
Ouvir você dizer que me ama, que é só meu
Agora estou aqui sozinha no meu quarto mas você esta sempre aqui no meu coração
Estou desejando que você seja sempre feliz
Pedindo a Deus que te cuide e que um dia quem sabe ele me dê asas para voar ate você( Kallyta Cristina)

domingo, 28 de novembro de 2010

Contos de fadas do século XXI

Era uma vez uma linda moça que perguntou a um lindo rapaz:
- Você quer casar comigo?
Ele respondeu:
- NÃO!
E a moça viveu feliz para sempre, foi viajar, fez compras, conheceu muitos outros rapazes, visitou muitos lugares, foi morar na praia, comprou outro carro, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e de bom humor, nunca lhe faltava nada, bebia cerveja com as amigas sempre que estava com vontade e ninguém mandava nela. O rapaz ficou barrigudo, careca, o pinto caiu, a bunda murchou, ficou sozinho e pobre, pois não se constrói nada sem uma MULHER.

(Luís Fernando Veríssimo)

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Sotaque das goianas

O sotaque das goianas deveria ser ilegal, imoral ou engordar, já que tudo que é bom, tem um desses horríveis efeitos colaterais...como é que o falar lindo e charmoso ficou de fora?
Por que Deus, que sotaque!
Goiana devia nascer com uma tarja preta avisando: Ouvi-la faz mal a saúde.
Confesso: esse sotaque me desarma.
Certa vez, quase propus casamento a uma goiana que me ligou por engano.
Elas têm um ódio mortal das palavras completas, preferem, sabe-se lá por que abandoná-las no meio do caminho.
Os não-goianos, ignorantes nas coisas de Goiás, supõem, precipitada e levianamente, que os goianos vivem apenas de uais, trens e sôs. Mas vai além disso!
Goiana não fala que o sujeito é competente, ele é 'bom de serviço'. Nunca usam o famosíssimo 'tudo bem'. Sempre perguntam "Ce tá boa?' (pra mim, isso é pleonasmo, perguntar se uma goiana ta boa é desnecessário).
O verbo 'mexer', para as goianas tem amplos significados, quer dizer por exemplo, 'trabalhar'. Se lhe perguntarem: 'Com o que q o ce mexe?', querem saber o seu oficio.
Goianas não dizem 'apaixonado por'. Dizem, sabe-se lá por que, 'sou doida com ele' (ele, no caso, pode ser você, um carro, um cachorro). Elas vivem apaixonadas 'com' alguma coisa. Também não gostam do verbo 'conseguir', aqui você nunca consegue nada, você não 'da conta'.
Que goianas nunca acabam as palavras todo mundo sabe. E um tal de 'bunitim, fechadim, pititim'.
Não caia na besteira de esperar um 'vamos' completo de uma goiana, vc não ouvirá nunca. É u tal de 'vamo', 'bora'.
Preciso avisar à língua portuguesa que gosto muito dela, mas prefiro, com todo respeito, a goiana.
Aqui certas regras não entram.
O supermercado nunca tá lotado, sempre tá 'cheio de gente', não faz muitas compras, compra um 'tanto de coisa'. Se, saindo do supermercado, a goianinha vir um mendigo e ficar com pena, suspirará: 'Ai, gente, que dó'. É provável que a essa altura o leitor já esteja apaixonado pelas goianas. Goiano não arruma briga, 'caça confusão'. Capaz... Se você propõe algo e ela diz: capaz! Vocês já ouviram esse 'capaz'? É lindo. Quer dizer o quê? Sei lá, quer dizer 'ce acha que eu faço isso'? Com algumas toneladas de ironia... E o 'nem', já ouviu?? Completo ele fica: 'Ahhh nemmmm!' Significa amigo, que a goiana não vai fazer o q vc propos de jeito nenhum.

Sou, não nego, suspeito. Minha inclinação é para perdoar, com louvor, os deslizes vocabulares das goianas. Goiana não pergunta, 'vc não vai?' A pergunta goianamente falando e: 'Ce não anima de ir?'.
O plural, então, é um problema. Um lindo problema, mas um problema. Se vc em conversa falar 'Fui lá comprar umas coisas.', a goiana retrucara: ' Ques coisa?' O plural dá um pulo, sai das coisas e vai para o que.
A fórmula goiana é sintética. E diz tudo. Até o 'tchau' em Goiás é personalizado. Ninguém diz tchau pura e simplesmente. Aqui se diz: 'tchau procê', 'tchau procês'. É útil deixar claro o destinatário do tchau.
A conjugação dos verbos em Goiás têm lá seus mistérios.... LINDOS mistérios! E é por essas e outras que eu sou apaixonado pelas goianas, ainda não inventaram mulheres mais lindas e charmosas.

É isso ai gente, tchau procês!!!

autor desconhecido

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

The Birds Song Score - A partitura dos pássaros


Tudo começou com uma foto simples de pássaros no fio de luz feita pelo repórter fotográfico do Estado Paulo Pinto, de 49 anos, no interior do Rio Grande do Sul o qual participaria de um concurso de fotografia onde ganharia e publicaria a foto no Estadão, ate que uma pessoa olhou para o quadro de uma forma diferente e viu nele não apenas pássaros mas música.
Jarbas Agnelli, de 46 anos, publicitário e músico, recortou a foto publicada no Estadão na quinta-feira passada e, naquela noite, no estúdio de sua casa, começou a compor com base nas notas que enxergou na imagem. "Pássaros empilhados viraram acordes e os solitários, notas no teclado", diz Agnelli.
Assim que a música dos pássaros ficou pronta, Agnelli ligou para Paulo Pinto. "Não acreditei que ele tivesse entendido o que eu vi na hora que fiz a foto. Para mim, os pássaros também pareciam notas", admirou-se Paulo, que mandou por e-mail a foto original, sem cortes. "Quando recebi, vi que a versão editada no jornal tinha eliminado oito pássaros, ou seja, quatro notas no início e quatro no final da música", diz o publicitário. "Fiquei surpreso porque era exatamente o que faltava para finalizar a melodia.

fonte : Estadão de São Paulo

sábado, 30 de outubro de 2010

Vamos dançar?


Vamos dançar?
Hoje quero sonhar acordada contigo
Enlaçar-me nos teus braços e dançar essa canção com meu rosto no teu pescoço me embriagando com teu cheiro gostoso
Quero poder sentir o ritmo dessa música com meu corpo colado no teu
Essa música que é a nossa música
Que fala de amor e paixão
Que faz meu coração disparar
Que deixa um sentimento diferente no ar
Um convite para amar
Vamos dançar? (Kallyta Cristina)

domingo, 24 de outubro de 2010

Não sei...

Não sei se a vida é curta ou longa para nós,
mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe,
braço que envolve,
palavra que conforta,
silencio que respeita,
alegria que contagia,
lágrima que corre,
olhar que acaricia,
desejo que sacia,
amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais,
mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar.
Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
(Cora Coralina)

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Uma mulher carente


Sou uma mulher carente e cheia de mistérios
Cheia de desejos
Alguns eu te conto mais outros me envergonho
Mas não se assuste se qualquer dia desses eu chegar na  porta de sua casa lhe pedindo um pouco de carinho
Nem se eu disser baixinho no seu ouvido a vontade que sinto de você
 Pois o que eu quero é ser sua sem pudor, em uma grande aventura de prazer.
Onde seja só eu e você
Onde eu possa ficar nua de corpo e alma sem censura
E a cada minuto ficar mais sedenta do teu amor
Porque só contigo meu bem posso alcançar um mar de paixão
Só contigo meu bem encontro meu verdadeiro eu (Kallyta Cristina)

domingo, 17 de outubro de 2010

Musette - J.S. Bach

 
Johann Sebastian Bach nasceu em 21 de março de 1685e foi um organista e compositor Alemão do período barroco. Mestre na arte da fuga, contraponto e da música coral ele é um dos mais produtivos compositores da história da música ocidental.
As famosas musettes fazem parte do pequeno livro de Anna Magdalena Bach é o nome pelo qual é conhecida uma obra que consiste de dois cadernos manuscritos que o compositor barroco alemão Johann Sebastian Bach presenteou a segunda esposa Anna Magdalena. Música para piano (minuetos, rondós, polonaises, corais, sonatas, prelúdios, musettes, marchas, gavotas) compõe a maior parte de ambos os cadernos e umas poucas peças para voz (canções, and rias) também são incluídas.
Os dois cadernos são conhecidos pelas datas de suas páginas de título, 1722 e 1725. O título Pequeno livro de Anna Magdalena é usado geralmente para se referir ao último deles. A diferença primária entre duas coleções é que o caderno de 1722 contém apenas composições de Bach (incluindo a maioria das Suítes Francesas), enquanto que caderno de 1725 é uma compilação de músicas de Bach e outros compositores de período. Ele fornece um vislumbre quase sem paralelos, sobre a música doméstica no século XVII e o gosto musical da família Bach.

sábado, 16 de outubro de 2010

Ciúmes


Ah meu bem você sabe que sou louca por você
E por isso ñ consigo esconder todo meu ciúme
Não suporto a ideia que possas beijar outra mulher
E tenho que engolir todo esse fel que doe na minha alma
Não podes me culpar de te querer só pra mim
Foi você que me ensinou paixão
E com a paixão me veio o egoísmo, não posso te dividir
Perdoa essa menina que te quer tanto
Pois meu ciúme é só por gostar tanto de você !(Kallyta Cristina)

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

A paixão é um jogo

A paixão é um jogo
Onde a vida nos oferece as cartas ou o tabuleiro
E eu também sei jogar
E nesse jogo quero trapacear
Roubar seu coração tirar você dela pra mim
Quero conquistar seu território
Ser sua rainha
Fazer de você meu escravo e maltratar-te de tanto amor e prazer (Kallyta Cristina)

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Estrela kallyta...

O poema que ganhei do meu poeta Bruno!

Madrugada quente..mar aberto, ninguem por perto e una estrela entrou pela janela do mio quarto, me tocou com teu olhar de menina..estrela Kallyta..Iluminando a mia vita, espantou a solidão de ser insone..Estrela Cristina, Cristalina, coração de mulher, rosto de menina, agora posso dormir em paz...deitar em teu sorriso e amnhecer em teus olhos do Sol..Estrela Kallyta..vela mio sono, toma conta da mia vita! Volta amanhã e me faz brilhar..me leva contigo, caminha na areia e vira estrela do meu MAR. (Bruno)

sábado, 9 de outubro de 2010

Dom



Muitas pessoas têm dons, dons de todos os tipos
Tem aquelas pessoas que têm o dom de fazer o bem e outras de fazer o mal
Umas têm muitos outras apenas um
Mas você tem dois dons
Um de me conquistar todos os dias
O outro de me fazer chorar a cada palavra sua não dita!(Kallyta Cristina)

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Meu mundo sem você

O que seria do meu mundo sem você?
Seria um vácuo constante
Sentimentos sem alegria
Alma sem sonho
Seria navegar em um site vazio
Um mar sem praia
Rosa sem perfume
Sem você meu mundo é um céu sem estrelas
Sem você meu tempo para no tédio
Um livro sem letras
sem figuras
Uma arte sem emoção sem sentindo
Um filosofo sem a razão
Exatas sem lógica
Um músico sem o seu instrumento
Um poeta denotativo (Kallyta Cristina)

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Cora Coralina

Cora Coralina pseudônimo de Ana Lins dos Guimarães (Cidade de Goiás, 20 de agosto de 1889 — Goiânia, 10 de abril de 1985) foi uma poetisa e contista brasileira.
Mulher simples, doceira de profissão, tendo vivido longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra poética rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás.
Em 1903 já escrevia poemas sobre seu cotidiano, tendo criado, juntamente com duas amigas, em 1908, o jornal de poemas femininos "A Rosa". Em 1910, seu primeiro conto, "Tragédia na Roça", é publicado no "Anuário Histórico e Geográfico do Estado de Goiás", já com o pseudônimo de Cora Coralina. Em 1911 conhece o advogado divorciado Cantídio Tolentino Brêtas, com quem foge. Vai para Jaboticabal (SP), onde nascem seus seis filhos: Paraguaçu, Enéias, Cantídio, Jacintha, Ísis e Vicência. Seu marido a proíbe de integrar-se à Semana de Arte Moderna, a convite de Monteiro Lobato, em 1922. Em 1928 muda-se para São Paulo (SP). Em 1934, torna-se vendedora de livros da editora José Olimpio que, em 1965, lança seu primeiro livro, "O Poema dos Becos de Goiás e Estórias Mais". Em 1976, é lançado "Meu Livro de Cordel", pela editora Cultura Goiana. Em 1980, Carlos Drummond de Andrade, como era de seu feitio, após ler alguns escritos da autora, manda-lhe uma carta elogiando seu trabalho, a qual, ao ser divulgada, desperta o interesse do público leitor e a faz ficar conhecida em todo o Brasil.


 CORA CORALINA QUEM É VOCÊ?
Sou mulher como outra qualquer.
Venho do século passado
e trago comigo todas as idades.
Nasci numa rebaixa de serra
Entre serras e morros.
“Longe de todos os lugares”.
Numa cidade de onde levaram
o ouro e deixaram as pedras.
Junto a estas decorreram
a minha infância e adolescência.
Aos meus anseios respondiam
as escarpas agrestes.
E eu fechada dentro
da imensa serrania
que se azulava na distância
longínqua.
Numa ânsia de vida eu abria
O vôo nas asas impossíveis
do sonho.
Venho do século passado.
Pertenço a uma geração
ponte, entre a libertação
dos escravos e o trabalhador livre.
Entre a monarquia caída e a república
que se instalava.
Todo o ranço do passado era presente.
A brutalidade, a incompreensão, a ignorância, o carrancismo.
Os castigos corporais.
Nas casas. Nas escolas.
Nos quartéis e nas roças.
A criança não tinha vez,
Os adultos eram sádicos
aplicavam castigos humilhantes. 
Tive uma velha mestra que já
havia ensinado uma geração
antes da minha.
Os métodos de ensino eram
antiquados e aprendi as letras
em livros superados de que
ninguém mais fala.
Nunca os algarismos me
entraram no entendimento.
De certo pela pobreza que marcaria
Para sempre minha vida.
Precisei pouco dos números.
Sendo eu mais doméstica do
que intelectual,
não escrevo jamais de forma
consciente e racionada, e sim
impelida por um impulso incontrolável.
Sendo assim, tenho a
consciência de ser autêntica.
Nasci para escrever, mas, o meio,
o tempo, as criaturas e fatores
outros, contra-marcaram minha vida.
Sou mais doceira e cozinheira
Do que escritora, sendo a culinária
a mais nobre de todas as Artes:
objetiva, concreta, jamais abstrata
a que está ligada à vida e
à saúde humana.
Nunca recebi estímulos familiares para ser literata.
Sempre houve na família, senão uma
hostilidade, pelo menos uma reserva determinada
a essa minha tendência inata.
Talvez, por tudo isso e muito mais,
sinta dentro de mim, no fundo dos meus
reservatórios secretos, um vago desejo de analfabetismo.
Sobrevivi, me recompondo aos
bocados, à dura compreensão dos
rígidos preconceitos do passado.
Preconceitos de classe.
Preconceitos de cor e de família.
Preconceitos econômicos.
Férreos preconceitos sociais.
A escola da vida me suplementou
as deficiências da escola primária
que outras o destino não me deu. 
Foi assim que cheguei a este livro
Sem referências a mencionar.
Nenhum primeiro prêmio.
Nenhum segundo lugar.
Nem Menção Honrosa.
Nenhuma Láurea.
Apenas a autenticidade da minha
poesia arrancada aos pedaços
do fundo da minha sensibilidade,
e este anseio:
procuro superar todos os dias
Minha própria personalidade
renovada,
despedaçando dentro de mim
tudo que é velho e morto.
Luta, a palavra vibrante
que levanta os fracos
e determina os fortes.
Quem sentirá a Vida
destas páginas...
Gerações que hão de vir
de gerações que vão nascer.
(Meu Livro de Cordel, p.73 -76, 8°ed, 1998) 

mais que uma poetisa um exemplo de mulher!

Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Cora_Coralina
http://www.paralerepensar.com.br/coracoralina.htm

domingo, 3 de outubro de 2010

Ultimamente

Ultimamente minha vida tem sido assim
Todas as noites vejo seu sorriso antes de dormi
Sinto sua presença no meu quarto
Sua voz me chamando para dançar
Mas é só ilusão
Desespero-me ao ver que perto de mim você jamais esteve
Somente em meus sonhos posso te ter
No meu céu chove estrelas
Mas a única coisa que me atrai é você
Meus planos? Você esta em todos eles
Não posso imaginar meus dias sem a tua imagem
Mesmo tudo sendo tão falso
Sinto-me viva de certa forma
Suas palavras me dão esperança
Falar com você me faz tão bem
Gosto de morango me lembra você
E a cada dia o que você mais me ensina é te querer( Kallyta Cristina)

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Vinicius de Moraes - Pela Luz dos Olhos Teus

Eu queria

Eu queria estar ao seu lado todos os dias da minha vida
E acabar de vez com toda solidão e carência que existe em mim
Eu queria deixar de ser apenas essa menina que lhe escreve poemas para ser também sua mulher
Queria que na intimidade do meu quarto você me descobrisse cada vez mais
Pois sabes que te desejo
Queria poder te amar sem segredos sem medo
Desfrutar de você
Queria eu ser sua namorada te encher de mimos e carinho
Pois sabes meu bem
Não passo de uma menina inocente descobrindo a paixão(Kallyta Cristina)

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Diz pra mim

Diz pra mim que um dia tudo vai dar certo
Diz pra mim que um dia vamos andar juntos, de mãos dadas em um campo de jasmins
jurando um para o outro que nos amamos
Diz pra mim que nosso destino e ficarmos juntos para sempre
Diz pra mim que você nunca vai me deixar
que vai me proteger de todas tempestades
Diz pra mim que sou tão importante pra você quanto você é para mim
Diz pra mim que eu sou o motivo de você acorda todos os dias
assim  como eu acordo só para ver o teu sorriso
Diz pra mim que não sou a única apaixonada nessa historia
Diz pra mim que Deus nos fez um para o outro
Diz pra mim que desde que me viu pela primeira vez que você soube que eu era sua
Diz pra mim que sonha comigo todas as noite
Diz pra mim
Diz pra mim
Pois tudo o que eu quero nesse momento e ouvir sua voz dentro de mim
Dizendo-me: EU TE AMO!(Kallyta Cristina)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Detesto-te


Detesto-te
Detesto-te por não estar ao meu lado
Detesto-te por não conseguir ficar sem pensar em você
Detesto-te por sonhar tanto com seus abraços
Detesto-te por me preocupar com você
Detesto-te por me fazer ficar toda boba quando fala comigo
Detesto-te por beijar outra boca a ñ ser a minha
Sim eu te detesto tanto assim
E mais que te detestar
Detesto a mim mesma
Por sentir tudo isso
Por ter me deixado apaixonar por você
E por ser uma tola pois apesar de tudo ainda te quero
Sempre...(Kallyta Cristina)

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Essa noite


Deitei em minha cama sonhei com você
Sonhei que estava em seus braços
Que acariciava meus seus e me deixava cheia de tesão
E eu carente e louca por você
Entreguei-me completamente
Deixando-me levar pelos teus beijos
E nessa noite louca e sem pudor descobríamos um ao outro
A ponto de não saber mais se era eu ou você
Pois nesse momento já éramos um só
Um só corpo, cansados de tanto amar
Ate que eu acordei
Notei que você não estava ao meu lado
Mas nada importa
Porque hoje eu delirei de amor a noite toda com você( Kallyta Cristina)

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Tudo o que queremos...

Sou louca

Sou louca
Extremamente louca por você
Sou tão louca que não posso te sentir nem te tocar
E não sei a cor dos teus olhos ou como é o tom da tua voz
Nunca senti teu cheiro nem o gosto dos teus beijos
Mas mesmo assim você me fascina
O que sinto por você jamais senti por ninguém
Nunca te vi nem de longe nem si quer pela fresta da porta
Mas mesmo assim minha alma sente a tua presença
Sei dos teus gostos e das tuas vontades
E o que eu mais queria agora era poder te ver, sentir, tocar, beijar.
Eu sei que ainda vamos estar juntos
E você sempre será o homem que eu sempre sonhei
A minha paixão
O meu mais que preferido
E eu sempre serei sua (Kallyta Cristina)
Somente SUA!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

romance reprimido

Ultimamente o que mais desejo era poder entrar dentro dessa telinha e me transportar até você
Cair bem nos teus braços
Ser tocada por você
Esse desejo proibido, reprimido, afastado pela distância que judia tanto de nós
Queria que sentisse meu corpo te pedindo, meus olhos te chamando e meus lábios em silêncio esperando um beijo teu
Queria ter certeza que você e nosso romance são tão verdadeiros quanto meus versos
Confesso meu bem, você me conquistou
Eu sei, nem tudo é como queremos
Mas nossa esperança é que no fim tudo de certo
E apesar de tudo guardo você dentro de mim
Nos meus pensamentos e no meu coração
Nossos momentos juntos é a parte mais gostosa do meu dia
Chego em casa faço tudo bem rapidinho só para poder falar com você
E apesar de tão longe sinto você perto de mim
E quero que saibas que não importa como
Sou sua
SOMENTE SUA...!(Kallyta Cristina)

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Eu me apaixonei


Apaixonei-me tanto por você que parece que te criei, te imaginei do jeito que eu sempre sonhei
Nas noites frias tudo o que desejo é teu colo, te sentir, beijar, te tocar
Já tentei te esquecer mas a única coisa que consegui foi gostar mais de você
Você vive em mim e os meus sonhos pertencem a você
Nosso romance é tão lindo que se parece com uma linda flor que nasce entre as pedras, no meio de tantas dificuldades ela continua lá exalando seu perfume mostrando a todos sua beleza
Nossa relação parece a de um conto de fadas
E que as estrelas nos deseje muitas felicidades, porque a vida é linda , mas ela sempre fica mais bonita quando estou ao seu lado. (Kallyta Cristina)

domingo, 5 de setembro de 2010

Festa celeste

Perdoa-me
eu fui te encontrar
mas no meio do caminho olhei para o céu e me distrai
fui seduzida pelo brilho das estrelas
atraída pela força da lua
fui conquistada pela imensidão do universo
onde elementos das galáxias brincavam de cantar
cantavam a música da felicidade
chamavam por mim
não consegui resistir
a vontade de voar era tão grande que tomava todo meu ser
então como um passo de mágica ou pura imaginação pude ver a Terra de longe
e lá estavam todos os corpos celestes
os planetas, satélites, cometas, asteroides, meteoros, nebulosas, e constelações.
todos em grande perfeição
e sem mais demoras entrei logo no ritmo da dança
e passei ali a mais incrível noite da minha vida
quando de repente abri os olhos já não era mais noite
o sol já tinha nascido
a noite foi embora e com ela mais um sonho de um paraíso encantado
(Kallyta Cristina)

domingo, 15 de agosto de 2010

Príncipes


Bem me disseram que não existem príncipes encantados, como não?
Cada garota tem o seu.
Ah aquelas que acham que um príncipe é aquele homem gentil e atencioso, outras acham que é um homem inteligente e carinhoso, tem aquelas que pensam que os príncipes de sua vida são homens bonitos, tem ate as que falam que são os mais fortes ou famosos. Bem seja lá como for o príncipe de cada uma, cada uma tem o seu tipo ideal de príncipe.
E quanto ao encanto?
Não seria a paixão um tipo de encanto?
Todas as vezes que uma menina se apaixona por um garoto, um homem qualquer independente das suas qualidades ou falta de qualidades essa paixão seria um tipo de encanto, pelo jeito, caráter, desse garoto ou homem o que faz dele encantado por ter conseguido conquistar tal coração.
Então existem sim príncipes encantados, isso só depende da visão de cada garota.  (Kallyta Cristina)